SABER MAIS : ENTENDA O BULLYING ESCOLAR

confira orientações para identificar se seu filho sofre ou pratica o bullying.

Saiba como lidar com a situação.
Do G1, em São Paulo

O Centro Multiprofissional de Estudos e Orientação sobre o Bullying Escolar (Cemeobes) organizou dicas para os pais identificarem os sinais de que os filhos são vítimas ou praticam o bullying no colégio e orientações para o que fazer nessas situações. Clique nos links abaixo e confira.

O que é
Maus-tratos
Sinais de que seu filho é vítima
Sinais de que seu filho pratica
O que fazer se seu filho é vítima
O que fazer se seu filho pratica

O que é

Ilustração: Editora de Arte/G1O bullying é um conjunto de comportamentos agressivos, intencionais e repetitivos que são adotados por um ou mais alunos contra outros colegas, sem motivação evidente. Em princípio, pode parecer uma simples brincadeira, mas não deve ser visto desta forma. A agressão moral, verbal e até corporal sofrida pelos alunos provoca dor, angústia e sofrimento na vítima da "brincadeira", que pode entrar em depressão.


As principais formas de maus-tratos

Físico (bater, chutar, beliscar).
Verbal (apelidar, xingar, zoar).
Moral (difamar, caluniar, discriminar).
Sexual (abusar, assediar, insinuar).
Psicológico (intimidar, ameaçar, perseguir).
Material (furtar, roubar, destroçar pertences).
Virtual (zoar, discriminar, difamar, por meio da internet e celular).


Sinais de que seu filho é vítima bullying
Apresenta com freqüência desculpas para faltar às aulas ou indisposições como dores de cabeça, de estômago, diarréias, vômitos antes de ir à escola.
Pede para mudar de sala ou de escola, sem apresentar movitos convincentes
Apresenta desmotivação com os estudos, queda do rendimento escolar e dificuldades de concentração e aprendizagem.
Volta da escola irritado ou triste, machucado, com as roupas ou materiais sujos ou danificados.
Apresenta aspecto contrariado, deprimido, aflito, ou tem medo de voltar sozinho da escola.
Possui dificuldades de relacionar-se com os colegas e fazer amizades.
Vive isolado em seu mundo e não querer contato com outras pessoas que não façam parte da família.

O que fazer se o seu filho é vítima

Observe qualquer mudança no comportamento.
Estimule para que fale sobre o seu dia-a-dia na escola.
Não culpe a criança pela vitimização sofrida.
Transforme o seu lar num local de refúgio e segurança.
Ajude a criança a expressar-se com segurança e confiança.
Valorize os aspectos positivos da criança e converse sobre suas dificuldades pessoais e escolares.
Procure ajuda psicológica e de profissionais especializados.
Sinais de que seu filho pratica bullying
 Apresenta distanciamento e falta de adaptação aos objetivos escolares.
Volta da escola com ar de superioridade, exteriorizando ou tentando impor sua autoridade sobre alguém.
Apresenta aspecto e/ou atitudes irritadiças, mostrando-se intolerante frente a qualquer situação ou aos diferentes aspectos das pessoas.
Costuma resolver seus problemas, valendo-se da sua força física e/ou psicológica.
Apresenta atitude hostil, desafiante e agressiva com os irmãos e pais, podendo chegar a ponto de atemorizá-los sem levar em conta a idade ou a diferença de força física.
Porta objetos ou dinheiro sem justificar sua origem.
Apresenta habilidades em sair-se de “situações difíceis”.



o que fazer se o seu filho pratica bullying

Observe atentamente o comportamento e os sentimentos expressos pela criança.
Mantenha tranqüilidade e calma. Converse, objetivando encontrar os motivos que o levam a agir desta maneira.
Reflita sobre o modelo educativo que você está oferecendo ao seu filho.
Evite bater ou aplicar castigos demasiadamente severos. Isso só poderá promover raiva e ressentimentos. Procure profissionais que possam auxiliá-lo a lidar com esse tipo de comportamento.
Dê segurança e amor.
Incentive a mudança de atitudes. Um bom começo é pedir desculpas e deixar a vítima em paz.
Não ignore o fato ou ache desculpas para as suas atitudes. Lembre-se que com o tempo esse comportamento pode conduzir a uma vida delituosa e infeliz.
Procure a direção da escola ou ajuda de um conselho tutelar.
Participe de projetos solidários propostos pela escola e incentive seu filho a participar.


Fonte: Centro Multiprofissional de Estudos e Orientação sobre o Bullying Escolar.

Ocorreu um erro neste gadget

COMENTE!

glitter-graphic.com is your one stop glitter graphic code resource

OS DEZ MANDAMENTOS PARA O SUCESSO DO ALUNO

I.Ter um local próprio para o ESTUDO em casa;
II. Fixar um horário e estudar diariamente em casa, no mínimo 1 hora;
III. Revisar diariamente em casa os conteúdos estudados em aula;
IV. Entregar pontualmente as tarefas marcadas;
V. Trazer para aula o material completo;
VI. Ser assíduo, dedicado e pontual às aulas;
VII. Prestar o máximo de atenção em tudo que o professor explicar ou falar;
VIII.Deixar as brincadeiras para o recreio e para as horas especiais;
IX. Ter diariamente momentos para o hábito de boa leitura;
X.Buscar ENTENDER os conteúdos propostos, AO INVÉS DE DECORAR.

Direção Prof. Nagib Raslan



COMO ESTUDAR

* Procure fazer do estudo um hábito, seja organizado e responsável!
*As dificuldades existem, mas você é capaz de superá-las. Basta ter empenho e vontade de aprender;
*A sua participação nas aulas é muito importante na construção do conhecimento;
*Você deve priorizar o quê estudar, tendo sempre em mente o seu horário escolar;
*Fique alerta às datas de trabalhos e avaliações;
*Descubra como você aprende melhor;
*O local, o horário e o tempo que estuda em casa, devem se tornar uma rotina;
*Estudar em grupo pode ser bom, quando há compromisso e seriedade;
*Esteja, atento às explicações dos professores, a dúvida do seu colega, pode ser sua também;
*Não espere o professor marcar as provas para começar a estudar;
*R
efazer exercícios e atividades auxiliam na sua memorização.

Dicas Orientadora Educacional Maurília


“A educação sozinha não transforma a sociedade, sem ela tampouco a sociedade muda.” Paulo Freire